Uma Coisa Boa

 

Às vezes, o último pensamento no final do dia, ou o primeiro pensamento na parte da manhã até certo ponto, contém as palavras: “talvez algo bom me aconteça hoje … talvez amanhã”. Às vezes, é apenas um pensamento passageiro e às vezes se torna um sólido bloco de pensamento que consome nossa mente por um tempo.

 

Passando o tempo com as pessoas que sofrem, especialmente os prisioneiros, tantos me dizem que eles pensam constantemente e espero que talvez, talvez, talvez haja algo bom que aconteça. Talvez eles consigam um visitante, talvez o advogado tenha boas notícias … talvez … Cada um de nós pensa que talvez … talvez hoje receba um telefonema especial, ou conheça alguém ou encontre algo especial ou ganhe algo …talvez.

 

Mas a realidade é que não só as coisas boas não acontecem como gostaríamos, mas muitas vezes, coisas ruins acontecem! E pensamos: “Se Deus é bom, por que Ele não faz coisas boas que nos aconteçam o tempo todo?” Mas você sabe o que? Deixe-me dizer-lhe algo profundo. Por favor, tente realmente pensar sobre isso. Algo bom já acontece. Embora tenha sido há muito tempo, foi tão bom, tão fenomenal, que poderia ser o bom, para cada um de nós para todas as gerações para todos os tempos.
Um Pai, enviou Seu Filho que deu Sua vida ao mundo. Jesus aborreceu nosso pecado, foi crucificado e ressuscitou dos mortos, conquistando a morte de uma vez por todas. Este único ato era tão certo, tão perfeito e tão bom que é o único ato que sempre precisamos. Não precisamos de “boa experiência”, mas sim acreditar no que Jesus experimentou há 2000 anos em uma cruz em uma colina chamada calvário.

 

“Deus demonstra o Seu próprio amor para conosco, na medida em que ainda somos pecadores, Cristo morreu por nós” (Rm.5: 8). Ação contínua, Ele “demonstra o SEU PRÓPRIO AMOR”. Agora isso é tão bom. O mundo está cheio de sofrimento e injustiça porque pertence ao diabo (1Jo. 5: 19). É por isso que muitas coisas ruins acontecem. Mas o bem que Deus fez é tão grande, se você acredita nele, Sua obra será sua “algo bom” para sempre. Na verdade, seu foco mudará para se preocupar com os outros e você agora escolherá ser “algo bom” para outra pessoa.

 

Imagine se você gastou todas as suas economias e deu a uma criança pequena o presente grande sem motivo. Digamos um pônei, um cachorrinho ou uma bicicleta, o que fosse o melhor que a criança poderia imaginar. Então, digamos que alguns dias depois, a criança pediu outra coisa, então outra coisa na próxima semana, e depois outra coisa. E se você constantemente deu à criança qualquer coisa e tudo, a criança rapidamente esqueceria o presente precioso e original que você lhe deu e isso se tornaria, como nada. O presente que o Pai nos deu quando Ele nos deu Seu filho, foi tão grande, tão bom e tão final, que nada mais é necessário.

 

Então, pare de aguardar por algo bom acontecer, porque já o fez. Em vez disso, apliquemos nossos olhos em Jesus, o Bom Pastor.

 

“Eu digo ao Senhor:” Você é meu Senhor, além de você não tenho nada bom (Sl 16: 2)