O Essencial

– “É apenas com o coração que se pode ver com razão” –

Há um tema que toca cada um de nós no fundo da nossa alma. Não importa quantos anos tenhamos,  há uma parte de cada um de nós que só quer ser uma criança. O mundo nos quer esquecer, apenas “crescer já”. Desde a infância,  enfrentamos a questão: “o que você vai ser quando crescer?” Então, isso significa que agora mesmo, como uma criança, não sou nada, eu tenho que crescer para ser algo?  O mundo grita para nós que temos que “ser algo”, devemos ser essenciais. Mas quais são realmente as coisas que são essenciais?Você sente falta de essa coisa chamada “jogando”? A felicidade simples da infância,como, correndo pela diversão, não para o exercício. Jogando um jogo bobo sem regras que você acabou de criar. Construindo uma “casa” com lençóis. Tendo mais divertido brincando com a grande caixa de papelão, então com o que estava na caixa. Deitado de costas e vendo rostos nas nuvens. Fazendo clubes, mesmo que seus irmãos sejam os únicos membros nele. Olhando com admiração para o céu estrelado. Não tendo preocupações, responsabilidades ou a pressão e o horário de um trabalho.Aqui é uma pequena história que escrevi para você:)

Era uma vez um menino chamado Luiz. Ele queria crescer para encontrar seu propósito e ser importante. As crianças não têm lugar no mundo mas os adultos são importantes. Então ele estudou os adultos e fez uma lista de todas as coisas essenciais que ele precisava ter: Encontre um bom trabalho, compre uma casa, um carro, case-se e talvez vá para a América. Eram as coisas que constavam em sua lista. Certo dia, quando Luiz brincava com sua pipa vermelha, em um terreno baldio, um homem com uma maleta e roupas bonitas caminhou até ele. O nome do homem era Tom e ele era de Nova York. Ele era casado e tinha muito dinheiro.

“Algum dia, eu quero ser importante como você”, disse Luiz. “Interessante”, respondeu Tom, enquanto esboçava um triste sorriso em seu rosto. “Eu estava pensando a mesma coisa sobre você”. Tom ofereceu uma folha de papel a Luiz: “Posso trocar essa lista por sua pipa?” Luiz leu a folha de papel e viu que era exatamente a mesma lista que ele tinha em seu próprio bolso, exceto que a lista de Tom fora realizada. Todos os homens, jovens e velhos, têm a mesma “lista” e querem as mesmas coisas na vida, felicidade e propósito. Mas a “lista” não nos dá propósito, mas conduz ao vazio e à desilusão. Luiz não trocaria sua pipa, mas ofereceu-se para compartilhá-la com o Tom. Então, ambos correram com a pipa e riram quando o mesmo vento que pegou a pipa tirou suas listas. O fim … eo começo….

Meu querido amigo, com toda a obtenção de coisas, podemos perder o que é essencial. Um coração humilde. Não procure sua identidade em um mundo que não tem lugar para crianças. Em vez disso, encontre seu lugar em um mundo criado para crianças. Jesus disse: “…Se não vos fizerdes como crianças,,” você não pode ver o mundo Dele “(Mt. 18:3). Isso é legal ou o que? Ele não disse que ser criança era uma opção, mas o que é “essencial”. Ele quer o coração humilde, e inocente que apenas o obedece como uma criança para seu pai.   Não importa o que tenha feito, ou como “adulto” você se tornou, o Pai está esperando para te perdoar e te fazer seu filho. Fale com o Jesus vivo, acredite nele e aprenda como pegar Seu “vento” com sua “pipa” (Jo.3.8). São as coisas invisíveis que são essenciais, o amor, o riso, a fé em um Deus invisível. E estas são as coisas que você só pode ver com seu coração.

(Alguma vez você já viu o filme animado, “o pequeno principe”? É feito depois de um famoso livro francês. Eu acho que você gostaria.:))

( Eu recomendo que você obtenha alguns desses brilhantes nas estrelas escuras e colocá-los acima de sua cama;))